3000 Milhas para o Inferno

Um filme tão ruim, que é bom.
Bom pra ser deixado apenas na memória.

Série nova aqui no blog, onde eu confiro um filme de qualidade duvidosa que vi quando era criança. Solta a vinheta:

Um filme merda que ninguém pediu

O filme que eu trouxe para o divã essa semana é 3000 Milhas para o Inferno,
um clássico das noites de SBT.

O filme de 2001, dirigido por Demian Lichtenstein, com o Kurt Russell e Kevin Costner no elenco, reprisou centenas de vezes no sistema Silvio Santos de Televisão.
É um daqueles filmes absurdos do começo do século que eu adoro.

O filme começa com um nosso protagonista, que eu não lembro o nome mas é o Kurt Russell, em um Cadillac muito top, por uma rodovia deserta e esses escorpiões lutando SEM O MENOR CABIMENTO!!!

3000 Milhas do Inferno - Escorpiões
Poxa, essa cena era bem melhor quando eu tinha 8 anos.

O Cadillac para num vilarejo de duas ruas e o Kurt Russel vai dar aquela barrigada no banheiro do posto de gasolina, mostrando que o nosso herói é gente como a gente.
Enquanto isso, um guri tenta roubar as calotas do Cadillac. O que me fez pensar que esse lugar era no Brasil.

A essa altura do campeonato, eu que não gosto de criança, já tava putasso da cabeça e  fazendo textão sobre maioridade penal no Facebook, tal como um conservador arrombado. Por sorte, o moleque é pego em flagrante e entregue a autoridade responsável, vulgo mãe. E que mãe meuzamigos! A mulher é mó gostosa. Fazia um filho ali só pra manter contato.

E é ai que o filme brilha!

O cara joga um charminho, chama pra tomar um café e na próxima cena ta carcando a mulher sem dó! Professor Girafales teria orgulho! E o guri na sala com a maior cara de otário enquanto a mãe dá pro Kurt Russel no quarto. Isso sim que é medida educacional efetiva!

Depois de dar uma bem dada, o protagonista se encontra com uma galera com cara de mau. Entre eles o puto do Kevin Costner. A equipe se prepara pra assaltar um cassino em Las Vegas VESTIDOS DE ELVIS!
Aí tem o Elvis barrigudo, o Elvis negão e tem o Elvis Kevin Costner.

3000 Milhas do Inferno - Elvis
O Elvis de azul é o Elvis com boquinha de derrame.

O pior de tudo é que a cena do assalto é maneira até hoje!
Tem tiro, tem porrada, explosão — parece uma missão do GTA essa porra! Eu já citei que eles estavam vestidos de ELVIS?

E como é um filme de Hollywood, o Elvis negro é o primeiro a morrer.

Depois de uma sequência de mortes, eles fogem de helicóptero e param num hotel beira de estrada pra dividir o lucro. Então o Kevin Costner mostra que é um filha a puta e mata toda a rapaziada pra ficar com a grana. Mas lembram da criança fdp do começo do filme? Então, ele estava escondido vendo tudo e quando o Kevin Costner vai desovar os presunto, o porra do moleque leva a grana.

O Kurt Russell sobreviveu, é claro. Afinal a merda do filme ainda está na metade. Ele vai buscar o dinheiro na casa do guri. Da mais um meteco na mãe dele (só pra não perder o costume) e resolve leva-los na fuga. Essa parte me deixou meio puto, eu com essa grana tinha deixado essa merda desse moleque na beira da estrada.

O filme continua nesse lenga lenga de fuga por uns 30 minutos, o Kevin Costner tá piroca da cabeça atrás deles (e achando que é filho do Elvis) e o FBI tentando pegar todo mundo. O desfecho acontece num galpão, onde o nosso herói mata o Kevin Costner (numa cena de tiro igual novela da Record), engana a policia e foge com a gostosa, a criança e o rabo cheio de dinheiro.

E só agora, escrevendo, me toquei de que os caras estavam de sacanagem quando fizeram esse filme!

3000 Miles to Graceland
só os vida torta.

E eu to bem triste pois devia ter deixado essa porcaria só na minha memoria.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s