Manobras Radicais!

Sabe aqueles filmes que você não sabe ao certo se assistiu ou se sonhou? Então, é isso mesmo meus amigos, vamos para mais uma resenha de um filme merda excelente!

5907e587a7b205559f50ee6e

O filme merda que vos trago hoje é: Manobras Radicais, o raro e clássico das noites do SBT. Mas é claro que vocês já sabem disso, afinal a porra do nome do filme está no titulo da postagem.

Para entrar no clima, separei uma das muitas musicas sensacionais que o filme possui para vocês ouvirem enquanto lêem a postagem.

O que? Não quer dar play e melhorar sua experiência? Vai tomar no seu cu então ow arrombado!

Eu vi esse filme pela primeira vez à uns 10 anos em alguma aula vaga do colégio publico que estudava, pois tínhamos colocado todos os professores substitutos pra correr (É 5ª Série B Carai!!!). E tudo que eu me lembrava era que tinha skate, gostosas e uma cena de um anão andando de skate e batendo na bunda de algumas gostosas. Um filme muito saudável para pré-adolescentes com hormônios a flor da pele e problemas disciplinares.

E como a minha mente funciona de uma maneira muito estranha, por algum motivo sombrio me lembrei desta merda e decidi que não só precisava assistir novamente, como precisava falar sobre ela.

E demorei procurando! Todos os links, torrents e versões no youtube foram removidos por direitos autorais. (Sério Warner? A porra do filme não deu dinheiro na época, por que daria agora? Tomanocu!)

Sério, eu procurei pra caralho esse filme, até encontrar em uma qualidade merda em um blog alternativo da subcultura de skate, e que não me lembro nem o nome pra agradecer. (Foi mal pelo vacilo, mas é isso ae, sou ingrato mesmo!) Vamos ao Filme:

Esse cocozão é de 2003, do diretor Casey La Scala, sem importância. E conta a história de quatro amigos de Chicago, um bando de fudido querendo pegar mulher, viver de skate e fumando maconha (a parte da maconha não mostra no filme mas eu deduzi).

O Filme provavelmente veio na onda dos American Pie e do Tony Hawk no Play 2. E me julguem o quanto quiser mas, eu gostei pra caralho dessa merda! Lá no fundo eu sou uma criança de 8 anos que fica empolgado com qualquer coisa.

tumblr_lf1n6z5d9P1qzyqvoo1_500
Em um show de estereótipos adolescentes (interpretados por caras de 30 anos), Eric, Dustin, Sweet Lou e Matt são, na ordem, o líder loirinho genérico e sem carisma, o nerd, o gostosão e o maluco sem noção. Que ao final do colegial, formam a equipe Super Duper para competir nos campeonatos profissionais.

Então eles partem para uma turnê numa kombi safada, sem plano algum a não ser o de seguir um dos profissionais, serem descobertos e conseguirem o patrocínio que precisam.
Manobras Radicais é um excelente road movie cheio de imprevistos previsíveis, como o carro quebrar, encontrar outro bando de pela saco rivais, serem roubados, brigarem, até finalmente chegarem ao destino.

 

1415214f4c3fa57c4f34b92846137218
Me apresenta essa mulher irmão te dava até meu c# um doce!

No meio de tantas encrencas e brigas, eles contam com a ajuda inesperada dessa mocinha ao lado. A Jennifer Morrison aparece para ajuda-los meus amigos!

Sério, o que que eu to fazendo errado com a minha vida que eu não conheço uma loira linda dessa, gente boa, que vai me ajudar a chegar em meus objetivos e ser minha alma gêmea igual no filme? Confesso que nessa parte fiquei meio revoltado. E triste.

 

 

95443_original
E tem a cena do anão, que era bem melhor na minha cabeça!

 

Em tantos altos e baixos, eles finalmente conseguem acesso as competições, mostram do que realmente são capazes, se superam e se entendem como uma verdadeira equipe.

 

 

O filme tem aquele climão gostoso de Malhação/RBD que só os filmes de baixo orçamento do começo dos anos 2000 conseguem passar. É cheio de estereótipos, musicas alternativas e adolescentes sem responsabilidades tentando perder o cabaço e que sabemos que irão se dar bem no final. Isso é ouro! Não tem mais filme assim hoje em dia!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s